Carros com mais de 100 mil km: Qual Óleo Usar?

Muitos motoristas ainda têm dúvidas sobre qual óleo usar em carros com mais de 100 mil km, principalmente pensando em prolongar a vida útil do motor.

Outros pensam que por trocar a viscosidade do óleo, será possível recuperar os danos já causados pelo desgaste.

Só que não é bem assim que funciona na prática. Isso porque o motor é projetado para receber um determinado tipo de óleo, ou seja, mais grosso ou mais viscoso.

Apenas lembrando que recomenda-se que a cada 10 mil quilômetros se faça a troca do óleo do motor. Isso  pode fazer uma grande diferença lá na frente.

Então, vamos mostrar aqui tudo sobre qual óleo usar em veículos com mais de 100 mil km rodados e algumas dicas que irão ajudar bastante.

Carros com mais de 100 mil km: Qual Óleo Usar?

Óleo do motor mais viscoso: carros acima dos 50 mil km precisam dele?

É, o que se imagina, é que o motor, a essa altura dos acontecimentos, já esteja queimando um pouco de óleo em excesso. Nesse caso, vale a pena aumentar a viscosidade, por exemplo, de 10W40 para 20W50 ou 20W60.

Mas eu recomendo que você consulte sempre o manual do proprietário do veículo para saber quais são as recomendações da própria montadora do veículo e qual óleo os engenheiros recomendam.

O óleo sintético é melhor que o mineral?

O óleo sintético foi elaborado para ter uma viscosidade maior e constante fazendo com que ele tenha uma durabilidade maior e consequentemente uma troca mais demorada, eu recomendo e acredito que seja a melhor opção principalmente se você utiliza bastante o seu veículo

O óleo mineral tem que ser trocado a cada seis meses independente da quilometragem. E o óleo sintético também tem prazo de validade dentro do motor?

Existem 2 tipos de medições que você pode utilizar , uma é por tempo e outra por utilização ou seja quilômetros.

Sim todos tem prazo porém são prazos distintos, o óleo mineral tem uma média de 5 mil quilômetros para fazer a sua substituição quando em comparação o óleo sintético possui uma vida útil de 15 a 20 mil quilômetros , porém ambos dentro dê  meses já podem ser trocados afinal se você colocar óleo sintético rodar 8 mil quilômetros e deixar o carro abandonado 1 ano, quando pegar ele novamente é recomendado que troque o seu óleo de motor.

Colocar um óleo mais grosso aumenta o consumo de combustível?

O óleo com viscosidade mais elevada tende a lubrificar melhor. Entretanto, o motor, principalmente com baixa quilometragem, ainda não possui folgas e um óleo mais denso afetaria sim o seu consumo. Um óleo com essa característica é mais recomendado para motores com alta quilometragem, cujo velocímetro já ultrapassou os 100 mil km. Nesse caso, o motor já tem folgas maiores, e o óleo mais grosso viria a compensar a lubrificação.

O que faz formar borra no motor, o óleo normal ou o sintético?

O que costuma criar borra no motor é a mistura do óleo com outros agentes como por exemplo existir um vazamento de água e essa água em contato com o óleo aí sim começa gerar borra .

 Veja também nossos outros artigos:

Como polir seu carro carro com uma politriz como um profissional

Quanto Tempo Dura uma Correia Dentada?

Quantos Km Dura um Pneu?

Dicas para economizar com o seguro do seu carro

Manutenção Preventiva de Carro: o Guia definitivo

Qual óleo usar em carros com mais de 100 mil km?

Em primeiro lugar, é super importante consultar sempre o manual do proprietário, pois ali você encontra qual óleo usar no seu carro, ou seja, o óleo que mais atende às especificidades do motor.

Por exemplo, existem 3 tipos de óleo:

  •         Mineral: composto por elementos do próprio óleo;
  •         Sintético: feito a partir de reações químicas;
  •         Semi-sintético: mistura dos dois.

Aqui vai uma dica: nunca misture os óleos, uma vez que têm propriedades diferentes. Mais uma vez, verifique no manual qual o óleo indicado.

No entanto, quando se trata de motores com alta quilometragem, cujo velocímetro passou os 100 mil quilômetros, vem a pergunta: tem que usar óleo mais grosso?

Saiba que carros com mais de 100 mil km apresentam folgas no motor e se colocar um óleo mais grosso, pode gerar vários problemas no motor, pois na verdade não está lubrificando.

Isso significa que a viscosidade do óleo não  pode ser trocada simplesmente porque o carro é mais rodado.

Qual melhor óleo de motor: 15w40 ou 20w50?

Antes  de saber qual o melhor óleo para motor, lembre-se que o que vai garantir a durabilidade do motor do seu carro, assim como de todos os componentes, é a manutenção preventiva.

Mas não decida levar seu carro à concessionária ou oficina apenas quando apresentar algum problema. A partir do momento que você fizer revisões regulares, saiba que estará evitando uma série de transtornos, alguns deles inclusive podem colocar em risco a sua segurança.

Mais uma vez, o fabricante recomenda a troca de óleo por quilometragem rodada e por tempo, o que ocorrer primeiro.

Vamos então para o melhor óleo de motor: 15w40 ou 20w50?

Saiba que uma das principais características do óleo é sua viscosidade, a qual varia conforme a temperatura, o que faz o óleo ficar mais ou menos fluido.

Por exemplo, o 20w50 significa que em uma temperatura fria, apresenta viscosidade de 20; já em uma temperatura mais alta, a viscosidade equivale a 50.

Na verdade, para saber qual é o melhor óleo, é essencial seguir à risca todas as recomendações do fabricante,  e sempre levando em conta como o carro é usado.

Ainda existe uma falsa ideia de que um automóvel que não rode muito, não é necessário trocar o óleo, muito pelo contrário.

Não importa se já ultrapassou os 100 mil km ou os 20 mil, a troca de óleo é indispensável.

Similar Posts